Tendências

O amanhã

desde hoje

As 10 habilidades do futuro que você precisa entender agora

Por Martha Terenzzo*

Antecipar tendências que afetam o comportamento das pessoas tem sido uma das plataformas que tenho estudado e aperfeiçoado. Como professora de universidades e atuando como palestrante, as perguntas mais frequentes são sobre a inovação na própria carreira e vida diante de tanta complexidade. Ou seja, algo como: o que devo aprender para ter um futuro legal? O que meu filho tem de ter para ser bem-sucedido?

Ressalva: o que é ser bem-sucedido? Culturalmente, o contexto que vivemos nesta cidade, neste bairro e neste ano pode sear diverso. Portanto, não há uma única resposta e o intuito é refletir a respeito de um crescimento profissional e de vida. Somos cada vez mais informados, conscientes de nossos direitos de consumidor e cidadãos, ganhando espaço e modificando todas as relações de consumo e convivência. 

Somos modernos e móveis, conectados e ativos, mas também ansiosos. Como se reinventar na vida profissional? E o que fazer com os filhos que demonstram comportamentos cada vez mais distintos das gerações passadas? Que habilidades precisaremos ter para não estagnarmos?

Sem a intenção de uma previsibilidade futurística, mas com base em estudos, leituras e pesquisas sobre comportamento, elenquei abaixo as 10 principais habilidades em que apostarei para minha vida pessoal e profissional e também para meus alunos, mentorados e clientes.

Matéria originalmente publicada na revista Melhor Gestão de Pessoas, edição 342

1. ADAPTE-SE MAIS RÁPIDO

Um relatório feito pela Universidade de Phoenix em 2015, nos EUA, aponta a necessidade cada vez maior de pensamento adaptativo e mais inovador. Sim, a inovação não é mais apenas uma palavra da moda e será crucial para aqueles que precisam se reinventar no mercado ou iniciar uma carreira profissional. Outro estudo do U.S. Department of Labor de 2012 informa que 65% dos jovens estudantes trabalharão em empregos que ainda não foram inventados. Muitos dos empregos atuais não existiam na época da Revolução Industrial, certo? Estamos vivendo o início de uma nova revolução econômica, com mudanças cada vez mais rápidas e avanços progressivos da tecnologia. Alguns empregos desaparecerão e muitos outros surgirão e exigirão preparo e conhecimento dos jovens para enfrentar as profissões do futuro.

2. SAIBA COMO AUMENTAR A SUA CAPACIDADE DE RESILIÊNCIA

Ter a capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar às mudanças mesmo em situações negativas. Ainda que essa competência seja obrigatória hoje, no futuro próximo teremos muitas adversidades, e será necessário conviver com fracassos recuperando-se com rapidez e equilíbrio.

3. APRENDA A INTERDISCIPLINARIDADE

Entender disciplinas diferentes. Engenharia com biologia, jornalismo e medicina, comunicação e tecnologia, novos saberes e distintos serão importantes nas novas profissões que surgirão.

Será possível a interação entre disciplinas aparentemente distintas
e uma maneira de complementar e/ou suplementar a vida pessoal e profissional que favorecerá a formação de um saber crítico-reflexivo. Para enfrentar o novo mundo e novos cenários será importante dialogar entre disciplinas, relacionando-as entre si para a compreensão da realidade.

4. GERENCIE A SUPERCARGA DE INFORMAÇÕES

Teremos de ser nossos próprios curadores de conteúdo, aprendendo a filtrar e separar o que vamos ler, ver, aprender, receber. A carga cognitiva do nosso cérebro terá de ter um tipo de filtro para aumentarmos nossa compreensão de tantos dados e informações
ao mesmo tempo.

5. APRENDA A LIDAR COM NOVAS MÍDIAS

O setor de comunicação está mudando. E muito. Não pense que por ser engenheiro ou médico isso não o afeta. Já viu seu filho ou amigos no Snapchat? Quantas vezes por dia usa o WhatsApp? Manda emojis? Estamos conectados e usando não só novos formatos de comunicar-se, mas também novas linguagens. A alfabetização em conteúdo e formas de gerar conteúdos serão importantes para pequenos, médios e grandes empresários.

6. DESENVOLVA INTELIGÊNCIA SOCIAL

Conecte-se com assertividade, relevância e empatia social. Todos terão menos tempo e receberão muita informação; assim, seja direto e se conecte com suas redes de interesse sendo acessível, expressando claramente sua opinião. Aprenda a ver uma situação por diversos ângulos; fica mais fácil entender as pessoas e seus sentimentos em diferentes momentos.

7. APRENDA A TRABALHAR EM CONTEXTOS CULTURAIS DIFERENTES

Seremos cada vez mais miscigenados no dia a dia – sejamos visitantes, imigrantes, viajantes. As distâncias culturais serão cada vez menores. A necessidade de uma cidade na Índia pode ser completamente diferente da nossa cidade de São Paulo. Mas há cidades na Índia que enfrentam as mesmas dificuldades que nós e isso poderá ser compartilhado e aprendido para melhoria de ambas. Entender contextos culturais ajudará a trabalhar melhor e mais feliz em qualquer local do planeta.

8. COLABORE VIRTUALMENTE

Aprenda a habilidade de trabalhar de forma produtiva no formato virtual: hangouts, Skype, Facetime, Google Drive e centenas de plataformas que auxiliam quem precisa gerar um projeto em comum, mesmo estando a milhares de quilômetros de distância.

9. AUMENTE O FOCO

Para alavancar a sua vida profissional, torne-se uma pessoa mais produtiva e com mais foco. Nunca faltará oportunidade, trabalho e reconhecimento para alguém que produz bem e com foco. Assertividade é a palavra.

10. APRENDA O PODER DA SÍNTESE

Com tanta informação e conhecimento recebido, além de aprender a filtrar o que é bom e o que é ruim, teremos de sintetizar e traduzi-los de forma lógica e simples. Aliás, adote a palavra simplificação, ela será crucial perante a complexidade futura.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário